O Processo de tradução
 
    O Processo de tradução de uma molécula de RNA mensageiro ocorre no citoplasma (mas específicamente nos ribossomos), após o RNA ter sido transcrito a partir de uma fita molde de DNA. Uma vez transcrita a molécula de RNA mensageiro, a mesma se desloca para o citoplasma, onde ocorre a tradução. O processo de tradução consiste na síntese de uma protéina a partir das informações contidas na molécula de RNA mensageiro. A chave de todo o processo são os códons, trincas de bases nitrogenadas específicas para cada aminoácido. O inverso, no entanto não é verdadeiro pois um único aminoácido pode ser codificado por mais de um códon. Veja por exemplo o caso da fenilalanina. A fenilalanina pode ser codificada tanto por TTT como por TTC. No entanto TTT será sempre um dos códons de reconhecimento da fenilalanina.

Os aminoácidos constituintes da proteina nascente são capturados no meio através dos RNA transportadores, que possuem os anti-códons, que são trincas de bases nitrogenadas que se paream com os códons presentes na molécula de RNA mensageiro. Uma vez incorporado o aminoácido na nova proteína, o RNA transportador se separa da maquinaria de síntese proteíca. Veja a figura abaixo lado para melhor entender este processo.

 
 
© Copyright 2001- DNA Goes to Schooll. Todos os direitos reservados.